Dicas & Curiosidade

Pandemia do Coronavírus incrementa contratações no setor de Tecnologia

Em meio ao caos na saúde, ansiedade e temor dos trabalhadores que a Pandemia do Coronavírus vem causando, um setor está em alta e contratando: os profissionais de tecnologia. De acordo com dados apurados pela empresa de recrutamento PageGroup devido a demanda do trabalho à distância e outras ações em dispositivos como compras e operações bancárias , as empresas estão buscando executivos que conduzam projetos de infraestrutura, possam reforçar a segurança de dados e administrar o suporte técnico

– Neste momento setores como de saúde, e-commerce e alimentação estão tendo um grande volume de demanda, então essas empresas necessitam de profissionais experientes de infraestrutura e redes e que possam  suportar a estrutura de tecnologia em um momento de alta utilização de equipamentos. Num cenário de missão crítica, a tecnologia passa a ser primordial – alerta Luana Castro, gerente da área de TI da Michael Page e Page Personnel.

Pandemia do Coronavírus incrementa contratações no setor de Tecnologia

Foram consultadas pelo PageGroup empresas de pequeno, médio e grande portes de todo Brasil. Veja alguns profissionais mais procurados

1- Analista de Cyber Security

 – Atua dentro do time de segurança cibernética sendo responsável pela análise de ataques, planejamento e execução de ações de contenção e recuperação de ambientes afetados.

 – Salário: R$ 7 mil a R$ 11 mil

– O movimento de contratação desses profissionais já estava em alta diante da implantação da LGPD (Lei Geral de Produção de Dados) no Brasil em 2020. Com a chegada da pandemia e a mudança rápida para modelo de home office, as empresas que ainda não estavam preparadas no que se refere a processos de segurança da informação sofrem com ataques e fraudes.

2- Analista de Suporte e Service Desk

– Administra solicitações, problemas e mudanças, analisa chamados, realiza testes e identifica a solução de problemas.

– Salário: R$ 4 a R$ 6 mil

– Diante do cenário atual, muitas empresas que ainda não possuíam política de home office tiveram que migrar rapidamente para o modelo e não estavam preparadas para toda uma operação trabalhando de forma remota

3- Líder em Data Science

– O que faz: profissional focado em ciência de dados e engenharia de dados com o objetivo de prover insights e informações para definição de estratégias de negócio para direcionamento das decisões das companhias.

– Salário: R$ 19 mil a R$ 29 mil

– Um dos perfis mais requisitados do mercado, independente do segmento, continua em alta. No novo cenário, os profissionais focados em trazer inteligência e estratégia para as companhias são ainda mais desejados, uma vez que podem ajudar as empresas a encontrar o melhor caminho de operação em um cenário de incerteza.

informações: https://www.michaelpage.com.br/

Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Verifique também
Fechar
Botão Voltar ao topo
error: Content is protected !!