Saúde & Bem Estar

Ensino à distância versus pandemia

O ensino à distância introduzido em uma emergência devido à nova pandemia de coronavírus revelou-se negativo para os alunos

Embora a introdução do ensino à distância em uma emergência tenha acabado ser uma oportunidade para Ao utilizar métodos de aprendizagem ativos como a sala de aula invertida, essa mudança foi percebida negativamente pelos alunos. Ficou claro para alunos e professores a importância do contato pessoal no processo de aprendizagem. O professor universitário e filósofo Marcelo Galuppo explica como é difícil criar conteúdo em um cenário sem acesso à tecnologia. 60% dos pesquisadores do HSR não consideram o curso a distância bom. O estudo mostra ainda que apenas 8% dos pesquisados ​​já haviam concluído o ensino a distância, enquanto 90% conheciam apenas os cursos presenciais.

O primeiro grande desafio foi o acesso deficiente dos alunos à Internet. Goste ou não, aqueles que têm mais acesso a novas tecnologias estão à frente daqueles que não têm. O que no final desanima tanto o aluno quanto o professor. Além disso, nem todos os professores têm bolsa para obter todo o equipamento técnico necessário. Alguns chegam a pagar as despesas do próprio bolso, revela a professora.

Além disso, o professor relata que a disciplina de interatividade é um ponto central para a aprendizagem, a abordagem ao aluno permite que seja melhor compreendido dificilmente e ajuda a esclarecer as dúvidas. Não se trata apenas de dizer ao aluno para acessar a sala de reunião ou assistir aos vídeos, pois nem todos estarão prestando atenção ao conteúdo. Por exemplo, posso me envolver em aulas presenciais.

Como resolver isso?

Uma discussão que acabou sendo uma possibilidade foi o ensino híbrido. Neste modelo, o professor terá um tempo limitado face a face com seus alunos e continuará a ensinar remotamente na maior parte do tempo. Ainda não é a solução, mas existem opções de adaptação, por exemplo, se o aluno tiver dúvidas podemos criar um link para um vídeo explicativo, explica a professora.

É óbvio que serão muitos neste um Desafios surgem a partir dos quais temos que aprender e procurar formas de os resolver da melhor forma possível e com as ferramentas disponíveis. Temos que mostrar que os alunos não estão sozinhos, que nós professores também temos dificuldades e que podemos resolver esses problemas juntos, tentar tornar o processo de adaptação menos cansativo e mais produtivo, finaliza Marcelo.

Fonte: Marcelo Galuppo, Filósofo e Professor Universitário – Filosofia do Direito. Professor há 25 anos, cursando Direito na PUC e cursando Filosofia do Direito na UFMG. Ele também escreveu livros técnicos como; 1999 – Igualdade e Diferença e Metodologia de Pesquisa – Da Ideia à Defesa: o Impeachment.

imagem: Canva Pro

Mostrar mais

Redação Rio Notícias

O Portal Rio Notícias é um portal onde colhemos o que há de melhor sobre entretenimento, turismo, lazer, gastronomia, música, teatro, shows e eventos pelo Rio de Janeiro e Arredores. E mais ações sociais, esporte, cultura, Saúde, Bem Estar, Moda, Estilo, cuidado com seu Pet e tudo que acontece no Rio, no Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo