Bia Morais - Psicóloga

Psicóloga Bia Morais fala sobre o Transtorno do Espectro Autista

O Transtorno do Espectro autista, também conhecido como TEA é um transtorno do neurodesenvolvimento caracterizado por déficits persistentes na comunicação e interação social, em diversos contextos e por padrões restritos e repetitivos de comportamento. Sendo a gravidade desse tipo de transtorno relacionada aos prejuízos que podem causar na comunicação social e nos padrões repetitivos e restritos de comportamento. Além disso, seus sintomas causam um prejuízo significativo no funcionamento social, profissional ou em outras áreas da vida, as quais são importantes.
Psicóloga Bia Morais fala sobre o Transtorno do Espectro Autista

Níveis de Gravidade do TEA

Os níveis de gravidade para o TEA são divididos em nível 1, onde exige um apoio, nível 2, onde exige um apoio substancial e o nível 3, onde exige um apoio muito substancial. A ausência de apoio na comunicação social no nível 1, pode-se obter uma dificuldade para iniciar interações sociais, com respostas atípicas ou não dando aberturas sociais para conhecer outras pessoas. Já nos comportamentos repetitivos e restritivos, pode-se encontrar uma dificuldade para trocar de atividade, obter foco e planejar. No nível 2, pode haver uma dificuldade de comunicação social, verbal e não verbal e limitações, destacando um interesse mais reduzido. Além disso, também existe uma inflexibilidade de comportamentos e de lidar com mudanças.
Além disso, outros comportamentos restritivos e repetitivos também aparecem com frequência. No nível 3, existem déficits mais graves na área da comunicação social, causando prejuízos graves de funcionamento e grandes limitações em iniciar uma interação social, além de se obter uma extrema dificuldade em lidar com mudanças ou outros comportamentos repetitivos e restritos.
Psicóloga Bia Morais fala sobre o Transtorno do Espectro Autista

Características e Sintomas Associados ao TEA

Muitas pessoas, as quais são diagnosticadas com o Transtorno do Espectro Autista apresentam uma dificuldade intelectual e/ou da linguagem, como, por exemplo, um atraso na fala. Também existem déficits motores, falta de coordenação, autolesão, comportamentos desafiadores, entre outros.
O que mais caracteriza o TEA são os comportamentos e a dificuldade na comunicação, os quais podem aparecer quando se ainda é criança, porque está na fase da alfabetização e na hora de interagir com outras crianças ou com brinquedos.
Pode-se colocar como exemplo, enfileirar os carrinhos e não dar função a eles, ter uma dificuldade de brincar com outras crianças ou de interagir com elas, formar frases mais curtas, andar o tempo todo na pontinha dos pés, entre outros.
Psicóloga Bia Morais fala sobre o Transtorno do Espectro Autista

Diagnóstico do TEA

Para se obter um diagnóstico preciso é necessário buscar uma ajuda profissional, no caso de crianças pode ser o próprio pediatra, mas no caso de adultos pode ser um psiquiatra, psicólogo ou outros profissionais da área da saúde.

Fonte de Informação

 

Além disso, todas as informações sobre o Transtorno do Espectro Autista foram retiradas do livro de Manual Diagnóstico e Estatístico dos Transtornos Mentais, 5ª edição (DSM-5).
Beatriz Morais Gil Pereira
Psicóloga
CRP: 05/7035
Instagram: @psi.biamorais
Site: www.psicologabiamorais.com.br
Mostrar mais

Redação Rio Notícias

O Portal Rio Notícias é um portal onde colhemos o que há de melhor sobre entretenimento, turismo, lazer, gastronomia, música, teatro, shows e eventos pelo Rio de Janeiro e Arredores. E mais ações sociais, esporte, cultura, Saúde, Bem Estar, Moda, Estilo, cuidado com seu Pet e tudo que acontece no Rio, no Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo