Cinema & TeatroShows & Eventos

Espetáculo CASTELO DE AREIA ressalta o grave problema de moradia no Rio através da dança

Através do olhar e dos corpos de cinco bailarinos o espetáculo Castelo De Areia, com apresentações dias 17 e 19, destaca questões sobre a construção da cidade do Rio de Janeiro até os dias de hoje. Desde a estrutura instável do Rio (uma cidade construída sobre uma mangue, aterrada e reformada inúmeras vezes) passando pela impossibilidade de conter o avanço de moradias.

– Nesta cidade, onde até um morro com sólida estrutura pode ser removido, os habitantes precisam buscar soluções criativas para morar, mesmo sabendo dos riscos de remoção, como se o seu solo fosse sempre uma areia movediça, ou a própria lama. Aqui é sempre iminente a possibilidade de perder a estrutura – seja do corpo ou da própria casa – enfatiza a diretora do espetáculo Carolina Maria.

Em um cenário composto por caixas de papelão, segundo a produção os bailarinos criam uma profunda relação entre os corpos sólidos, porém, destacado pela fragilidade de casas, pessoas e sonhos.

– Neste Rio carnavalesco onde a alegria corre por ruas e veias, é cotidiano vermos nossos sonhos desfeitos, como um castelo construído na beira do mar com frágil e fina areia – finaliza a diretora

SERVIÇO 

CASTELO DE AREIA – 17 de maio – terça – 19h – Teatro Armando Gonzaga. Avenida General Osvaldo Cordeiro de Farias, 511, Marechal Hermes. Ingresso: 10,00 inteira / 5,00 meia. Classificação: Livre
19 de maio – quinta – 19h – Teatro João Caetano / Praça Tiradentes, s/n- Centro. Ingresso: 20,00 inteira/ 10,00 meia – Classificação: Livre
Direção: Carolina MariaIntérpretes-Criadores: Amanda Gouveia, Dandara Patroclo, Luana Bezerra, Salasar Junior e Wagner Cria
  • Prêmio Funarj de Dança, concedido pelo Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Cultura e Economia Criativa e Funarj.
Mostrar mais

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo