Notícias

Teatro Dulcina recebe espetáculo "Larvárias", de 20 a 29 de julho

Ultima peça do projeto Dulcina Abraça o Sul, a montagem é inspirada em máscaras do carnaval suíço

No final de julho, o projeto Dulcina Abraça o Sul encerra a ocupação no Teatro Dulcina. Fechando a programação, o espetáculo “Larvárias”, montagem da Cia do Giro, de Porto Alegre, faz curtíssima temporada, que vai de 20 a 29 de julho (sextas, sábados e domingos). Durante o projeto, foram apresentados 19 espetáculos, dentre eles adultos, infantis e de dança.

“Larvárias” é inspirada na estética das máscaras do carnaval de Basel, na Suíça. As máscaras larvárias são estruturas enormes, brancas, semelhantes a uma escultura e, quando colocadas sobre o rosto, remetem imediatamente à figura humana e a um universo delicado e sutil. A utilização dessas máscaras no formato de espetáculo teatral é pioneira no Brasil.

A montagem traz como protagonistas seres com rostos inacabados que lembram insetos. As máscaras são os principais recursos da montagem, complementadas pela iluminação, figurino, cenário e música, que é executada ao vivo. A trama acontece em um imenso mundo branco, no qual não há homens nem bichos: apenas máscaras-larvas, em diferentes estados e formas. A peça fala dos encontros e desencontros desses seres, de seus atritos, confusões, equívocos e aproximações.

As máscaras larvárias foram trazidas pela diretora Daniela Carmona, após pesquisas na Europa. “Larvárias” recebeu o prêmio FUMPROARTE 2005; Prêmio Açorianos de Teatro Adulto, na categoria Melhor Iluminação, em 2006; e destaque da crítica carioca como um dos 10 melhores espetáculos teatrais do ano de 2007.

As apresentações acontecem às 19h e o valor dos ingressos é de R$20 (R$10 a meia-entrada), com exceção de sextas-feiras, quando o projeto oferece programação gratuita.

Cia do Giro
O grupo se caracteriza pela pesquisa de linguagens e de estilos de interpretação baseados na Escola Lecoq-Gaulier, e pela aplicação de técnicas diferenciadas como recurso para potencializar o discurso cênico (meditações ativas, práticas respiratórias, etc). A Cia teve início em 1993, com a encenação de “Besta-fêmea”, por Daniela Carmona. Dentre as montagens já produzidas, destacam-se: “Melodrama – Um exercício”, “Gueto Bufo”, “Theatro esperança”, “Clownssicos”, “Arruaça”, “Encontros”, “Larvárias”, “O sonho de uma noite de verão” e “Jardim Tchekhov”. A Cia já se apresentou em diversos estados do Brasil e também no exterior, em países como Suécia, Portugal, Espanha, Argentina, Uruguai, Equador e Venezuela.

SOBRE O PROJETO DULCINA ABRAÇA O SUL
De abril a julho deste ano, o Teatro Dulcina, na Cinelândia, Centro do Rio, abrigou o projeto “Dulcina Abraça o Sul”. A ocupação levou ao palco do tradicional espaço carioca as obras de maior destaque no teatro gaúcho nos últimos três anos. O projeto, criado por atores, produtores e diretores das principais companhias do Sul do país, apresentou no circuito carioca muitos dos espetáculos famosos na região, que nem sempre chegam por aqui.

FICHA TÉCNICA
Texto/ Roteiro e Direção: Daniela Carmona
Elenco: Adriano Basegio e Daniela Carmona
Trilha sonora: Fábio Mentz
Operação de Sonoplastia: Gisa Pithan
Iluminação: Fernando Ochoa
Operador de Luz: João Xavier Gaspary

SERVIÇO
Datas: De 20 a 29 de julho (sexta, sábado e domingo)
Horário: 19 horas
Local: Teatro Dulcina
Endereço: Rua Alcindo Guanabara, 17 – Centro (Cinelândia)
Telefone: (21) 2240-4879
Lugares: 350
Bilheteria: De quarta a domingo, das 14h às 20h
Duração: 55min
Ingresso: R$20 (inteira) / R$10 (meia) para idosos, estudantes e classe artística
*Nas sextas-feiras (20 e 27/07) a entrada é gratuita
Classificação: Livre

Mostrar mais

Redação Rio Notícias

O Portal Rio Notícias é um portal onde colhemos o que há de melhor sobre entretenimento, turismo, lazer, gastronomia, música, teatro, shows e eventos pelo Rio de Janeiro e Arredores. E mais ações sociais, esporte, cultura, Saúde, Bem Estar, Moda, Estilo, cuidado com seu Pet e tudo que acontece no Rio, no Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo