Notícias

Mesmo em momento de crise financeira, mercado de games no Brasil se mantém forte e oferece diversas oportunidades de trabalho

games
Conhecer as diferentes áreas de atuação neste setor pode ajudar os fãs de games a enxergarem a diversão também como profissão
Apesar do momento de crise financeira do país estar vários setores da economia, o mercado de games não tem sentido esses impactos. Atualmente, este setor movimenta US$66 bilhões em vendas por ano no mundo e o Brasil contribui com uma boa parcela desse número, cerca de US$ 1 bilhão, segundo dados do Euromonitor Internacional.

Além disso, os brasileiros aparecem em quarto lugar no ranking mundial em relação ao número de jogadores e ocupam a 11ª posição em termos de faturamento, de acordo com informações do instituto de pesquisa de mercado NewZoo.

Com isso, trabalhar nesta área é uma ótima oportunidade para os apaixonados pelos jogos e tecnologia. No entanto, poucas pessoas conhecem as diversas áreas de atuação. A Gracom, que é a primeira escola de efeitos visuais a adotar o modelo de franquias no Brasil, oferece diferentes cursos especializados nesta área.

Para quem quer conhecer um pouco mais as opções de atuação na área, os cursos da escola podem ajudar a encontrar um novo caminho no mercado de trabalho:

Open CG: É o curso mais procurado da Gracom, como foco na criação para computação gráfica, possibilitando o desenvolvimento de personagens virtuais, confecção de briefings, story boards, concepts, formas, cores, layouts e animação em 3D para produção de curta metragem.

CineTV: Possibilita a atuação em produções televisivas e cinematográficas, como foco em produção gráfica, edição de vídeo, áudio, fotografia, filmagem, efeitos especiais, autoração, produção de Blue-Ray, aberturas de novelas, efeitos especiais para filmes, personagens digitais e 3D.

Gamer Dev: Criado para habilitar o desenvolvimento de jogos digitais. Os alunos aprendem a planejar e desenvolver jogos com as mais atuais ferramentas do mercado, tornando-o um expert em projetos e programação de games.

Gamer Art: O objetivo do curso é formar artistas digitais, trazendo possibilidades de criação em games e filmes. O conteúdo abrange a elaboração de personagens 2D e 3D, cenários, composição, aplicação de luz, texturas e esculturas digitais

Set3D: Tem como foco o conhecimento das ferramentas mais utilizadas nas áreas de visualização e confecção arquitetônica, dando a possibilidade de apresentar com qualidade e agilidade projetos em 3D. Todo treinamento é baseado nas etapas de produção de um projeto na área de arquitetura: leitura de projetos, modelagem, texturização, iluminação, renderização e pós-produção. A área de atuação é bem abrangente, vai desde escritórios de arquitetura até criação de cenários para jogos de entretenimento.

Sculpture Tradicional: técnicas de escultura tradicional em massa de modelar para criação de personagens, incluindo as regras de anatomia e suas proporções corretas, além da armação de arame necessária para o esqueleto da escultura.  Produções de médio porte já utilizam os serviços de escultores que permitem visualizar como serão os personagens dos jogos, filmes e animações. Todos os detalhes desses personagens são pensados, modificados e definidos antes deles serem modelados em 3D.

 

Presente no Norte e Nordeste do Brasil, o Grupo Gracom foi a primeira Escola de Efeitos Visuais a adotar modelo de franquias

A rede está entre as 13 empresas do país a possuir chancela da Adobe e pretende contar com 72 unidades até 2017 

Com atuação no Nordeste desde 2008, a escola de efeitos visuais GRACOM vem expandindo seu mercado por todo o Brasil. Pioneira no país como rede de franquias a atuar nesse segmento, os cursos formam profissionais capacitados a atenderem às necessidades de áreas que estão em crescimento, como Games e 3D.

A ideia de montar a empresa surgiu após o empreendedor Diego Monteiro analisar que os cursos básicos de informática no país necessitavam de um avanço tecnológico. Com isso, ele se juntou à mulher, Indira Macena, e ao amigo Darvison Valença para abrir a primeira unidade em Feira de Santana, na Bahia.

No início, a então Gracom Computação Gráfica atuava com apenas quatro colaboradores e oferecia somente um curso. Mais para frente, criou novas especializações e acabou ganhando amplitude internacional, tornando-se a Gracom School of Visual Effects. Após dois anos, eles abriram a segunda unidade em Fortaleza e, em pouco tempo, conquistaram espaço em Natal e Manaus. Já em 2013, a empresa deu um grande passo ao abrir a loja piloto, em Fortaleza, com o intuito de multiplicar por meio do sistema franchising.

Atualmente, o Brasil é o quarto maior mercado de games no mundo, tendo entre cada 100 pessoas, 23 jogadores, de acordo com a Associação Brasileira dos Desenvolvedores dos Jogos Digitais.  No ano de 2012, o país foi o que mais cresceu em vendas de jogos eletrônicos, movimentando R$ 1,6 bilhões, o que representa um crescimento de 60% em relação ao ano anterior. Com isso, a estimativa é que o mercado cresça nessa área 13,5% nos próximos cinco anos.

Tendo em vista as boas condições do mercado nacional, os alunos da GRACOM contam com uma estrutura diferenciada e com professores de alto nível. A escola é uma AATC (Adobe Authorized Training Center), empresa certificada pela Adobe a ministrar treinamentos e emitir certificado oficial para os alunos.

Entre os seis cursos oferecidos, o mais procurado é o Open CG, que tem como foco a criação para computação gráfica, possibilitando o desenvolvimento de personagens virtuais, confecção de briefings, story boards, concepts, formas, cores, layouts e animação em 3D para produção de curta metragem.

Além desse curso, também há o CineTV, que auxilia em produção televisivas e cinematográfica, o Gamer Dev, criado para habilitar o desenvolvimento de jogos digitais, já o Gamer Art abre possibilidades de criação em games e filmes, o Set3D com enfoque em visualização e confecção arquitetônica, auxiliando no trabalho tanto em escritórios de arquitetura como na criação de cenários para jogos de entretenimento e o Sculpture Tradicional ensina técnicas de modelagem em massa, criação e armação de arame usado como esqueleto para escultura.

Atualmente, a GRACOM conta com seis unidades próprias e oito franquias, atuando na Bahia, Ceará, Amazonas, Rio Grande do Norte, Piauí, Pernambuco, Maranhão e, em breve, estará também no Pará. Nos últimos anos, ela fechou contrato com a Cherto, empresa que oferece consultoria para franquias e ocupação no mercado. Com isso, o plano de crescimento começou nas regiões Nordeste e Norte e, na sequência, pretendem seguir para o Centro-Oeste, Sul e, por fim, no Sudeste, com a pretensão de atingir 72 unidades até 2017.

Mostrar mais

Redação Rio Notícias

O Portal Rio Notícias é um portal onde colhemos o que há de melhor sobre entretenimento, turismo, lazer, gastronomia, música, teatro, shows e eventos pelo Rio de Janeiro e Arredores. E mais ações sociais, esporte, cultura, Saúde, Bem Estar, Moda, Estilo, cuidado com seu Pet e tudo que acontece no Rio, no Brasil e no Mundo.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo