FutebolNotícias do Flamengo

Definidos os jogos das quartas de final da Copa do Brasil de 2023

Durante a tarde dessa última terça-feira, a CBF realizou em sua sede, na Barra da Tijuca, o sorteio dos confrontos das quartas de final da Copa do Brasil. Assim definiu as bolinhas:

América-MG x (Corinthians)

São Paulo x (Palmeiras)

Bahia x (Grêmio)

Flamengo x (Athletico-PR)

Chaveamento até a final da competição. Foto: Rei do Clubismo / Rio Notícias

Os jogos serão realizados em duas semanas consecutivas, nas datas de 5 e 12 de julho. Os times que estão entre parênteses decidirão em casa.

O diretor executivo do Flamengo, Bruno Spindel, foi entrevistado por alguns dos jornalistas presentes. E respondeu sobre uma possível virada de chave após vitória nos clássicos contra Fluminense e Vasco, além da recente crise envolvendo o elenco Rubro-Negro.

Repórter: “Porque o Flamengo é uma coisa muito doida, né? Um dia tá em crise, terra arrasada, todo mundo acha que vai perder tudo e no outro dia o único carioca de novo que está nas três competições, mais um ano brigando por tudo e aí a torcida já muda, não, agora é favorito a tudo, queria que você comentasse um pouco sobre isso.”

Spindel respondeu: “Ah, eu acho que é quando essa química ocorre aí de estarem a torcida do nosso lado, os cem minutos aí de cada jogo, apoiando… A gente tá sempre trabalhando muito duro como falei, o presidente, o Braz, comissão técnica, todos os atletas, o staff, pra conseguir os títulos e a gente precisa muito do apoio do torcedor, os cem minutos de todos os jogos aí, que eles são fundamentais. E o torcedor junto com a equipe, com o clube enfim, a equipe fica mais forte ainda e com mais chances de conquistar os objetivos.”

Novamente o repórter: “Você acha que aquela crise então foi exagerada?”

Spindel reforça seu discurso: “Posso dizer que a gente tá sempre trabalhando muito duro pra conquistar os objetivos, todo mundo muito unido com os objetivos em prol dos títulos do Flamengo, isso aí nunca nunca foi diferente, nunca mudou. Oque muda são os resultados, né? Isso aí são a gente não controla os resultados, a gente dá o máximo todos ali dentro do clube sempre dando o máximo pra que a gente conquiste as vitórias e os títulos, as vezes os resultados não vem, é isso que muda. Não tem questão do da da união eh em prol dos objetivos de das conquistas do Flamengo isso aí nunca mudou.”

 

Mostrar mais

Pedro Carvalho

Mercado da bola, notícias e opiniões!

Artigos relacionados

Deixe um comentário

Botão Voltar ao topo